in

Positividade tóxica: esse termo tem muito a dizer e esse excesso de positividade por ser prejudicial

Ser positivo e ter a companhia de pessoas positivas é essencial para uma qualidade de vida mais satisfatória e um bom convívio social. Porém, como tudo que é demais, sobra, a positividade tóxica está aí para provar que até ser positivo pode ser prejudicial e afetar a vida das pessoas.

PUBLICIDADE

A positividade tóxica é quando alguém está sempre positivo em um nível não saudável. Isso acontece muito nas redes sociais. Influenciadores digitais são os maiores propagadores desse tipo de conteúdo, que é altamente negativo de se acompanhar.

Dora Figueiredo conta que não é justo comparar a vida real com a vida vista em stories. Segundo a influenciadora, a pessoa que postou pode ter chorado minutos antes, se recomposto, e compartilhado um momento feliz e real na internet. Seus seguidores vão pensar que essa pessoa está sempre feliz.

Dora, que também trabalha com internet, se usa como exemplo do caso. Ela diz que pode estar passando por um turbilhão em sua vida pessoal, coisas ruins acontecendo, mas ela precisa se maquiar, aparecer renovada e bonita para fazer uma postagem de publicidade. Dora diz algo fundamental e que precisa ser propagado: “a gente tem que parar de acreditar que rede social é verdade”.

PUBLICIDADE

A psicóloga Mabel Pereira diz que a positividade tóxica pode ser definida também quando é feito um esforço sobrenatural para ver algo positivo em cima de algo ruim. Que os sentimentos ruins, incômodos e de baixo astral precisam ser vivenciados também, para superação.

 

PUBLICIDADE

Via: g1.globo.com

Escrito por NOTICIAS REAIS

Redator há mais de 4 anos, especializado em entretenimento. Compromisso com a verdade e a transparência dos fatos, seja notícias de famosos ou assuntos políticos. Jornalismo é um serviço à população.